Adobe compra a Figma por 20 biliões de dólares - Noticias Tecnologica
Site Overlay

Adobe compra a Figma por 20 biliões de dólares

A Adobe anunciou ontem aquela que foi a sua maior aquisição de sempre, já que a empresa despendeu de 20 biliões de dólares para comprar a Figma, um editor de gráficos vetoriais que oferece uma ferramenta de prototipagem. A Adobe tem um sistema concorrente chamado XD, que existe há anos.

“Juntas, Adobe e Figma vão reimaginar o futuro da criatividade e produtividade, acelerar a criatividade na web, avançar no design de produtos e inspirar comunidades globais de criadores, designers e desenvolvedores”, disse a Adobe. “A empresa combinada terá uma enorme oportunidade de mercado em rápido crescimento e os recursos para gerar valor significativo para clientes, acionistas e indústria”.

A Figma nasceu há 10 anos com Dylan Field e Evan Wallace, e a plataforma de design colaborativo tornou-se essencial para muitas empresas nos últimos anos. Na Microsoft, por exemplo, milhares de designers, e programadores, confiam na sua ferramenta todos os dias para criar o Office, Windows e outras aplicações. Tal é o uso da ferramenta na Microsoft que testou o relacionamento da empresa com a Adobe, uma parceria estreita que só se vai fortalecer.

A Figma tem como alvo o uso da web, uma área onde a Adobe. e outros rivais. têm lutado para competir. A Adobe agora planeia combinar as duas comunidades, o que provavelmente envolverá o agrupamento de produtos e serviços da empresa agora adquirida no Creative Suite, em algum momento.

figma

Figma passa para as mãos da Adobe

“Pretendemos continuar a administrar a Figma como sempre fizemos – continuando a fazer o que acreditamos ser melhor para a nossa comunidade, a nossa cultura e os nossos negócios”, disse Dylan Field, cofundador e CEO da Figma. “A Adobe está profundamente comprometida com a continuidade da operação autónoma da Figma.” Dylan Field continuará na função de liderança e irá reportará ao presidente da Adobe, David Wadhwani.

Em termos de financiamento, parte dos 20 biliões serão em ações e a outra metade em dinheiro. A Adobe espera que a empresa gere 400 milhões em receita recorrente no seu ano fiscal de 2023.

FONTE

imagem26-10-2022-01-10-00

Já deixou o seu like na nossa página do Facebook e do Instagram? Receba toda a informação em primeira mão. Siga-nos também no Google Notícias, basta seleccionar-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.

imagem26-10-2022-01-10-01

Fundador do Noticias e Tecnologia, e este é o seu segundo projeto online, depois de vários anos ligado a um portal voltado para o sistema Android, onde também foi um dos seus fundadores.

Informático de profissão, e apaixonado por novas tecnologias, desportos motorizados e BTT.