Moeda social arariboia seis meses na vida dos niteroienses - Noticias Tecnologica
Site Overlay

Moeda social arariboia seis meses na vida dos niteroienses

Rio de Janeiro, 25 de julho, por Priscila Lívia — Quer  saber mais sobre a moeda social arariboia que completa seis meses na vida dos niteroienses? Veja no Blog Tecno-Noticias tudo que envolve o programa social que atende mais de 100 mil moradores locais na cidade de Niterói.

Continua depois da publicidade

Moeda social arariboia seis meses na vida dos niteroienses

Dia 24 de julho de 2022 a moeda social arariboia completa seis meses na vida dos niteroienses, pois, foi entregue, em janeiro, o primeiro cartão desse programa social. De lá para cá, mais de 100 mil pessoas foram beneficiadas com a moeda de circulação local que foi criada pela gestão municipal.

Tudo sobre a moeda social arariboia

A responsável pelo programa criado pelo governo de Niterói pontua que essa é uma fonte de renda de muitas pessoas em condições de pobreza. Que residentes no município. Portanto, veja tudo que precisa saber sobre a moeda social arariboia logo abaixo.

Continua depois da publicidade

Criação da moeda social arariboia

A moeda social arariboia completou seis meses na vida do moradores de Niterói, no Rio de Janeiro, pois o primeiro crédito do programa foi entregue em janeiro de 2022. Hoje, o programa atende mais de 100 mil pessoas que estão em más condições financeiras que tenham registro no CadUnico.

Para a primeira pessoa beneficiada, o valor pago é de R$ 250. Assim além de mais R$ 90 por cada membro adicionado no grupo e pode beneficiar até 5 pessoas. Situação que atinge o valor máximo de até R$ 700 por família.

Como funciona a moeda social arariboia

A moeda social arariboia é alternativa para quem deseja realizar movimentações financeiras sem precisar fazer a conversão do capital. O programa tem um papel especial no desenvolvimento local da cidade e permite criar um mercado alternativo voltado para o consumo interno dentro da cidade.

Por fim, para isso ser possível, já são mais de 4.000 empresas que fazem parte do programa e aceitam pagamentos feitos com a moeda social arariboia. Portanto, o programa beneficia tanto as famílias quanto o comércio local, já que as pessoas precisam gastar o capital no município.