Parte da orla da Barra da Tijuca mais atingida pela ressaca - Noticias Tecnologica
Site Overlay

Parte da orla da Barra da Tijuca mais atingida pela ressaca

Gostaria de conferir a parte da orla da Barra da Tijuca mais atingida pela ressaca? Veja no Blog Tecno-Noticias nossa matéria e tire todas as suas dúvidas. Fique por dentro desse fenômeno natural e entenda suas causas e consequências facilmente.

Continua depois da publicidade

Acompanhe parte da orla da Barra da Tijuca mais atingida pela ressaca: veja mais sobre esse evento climático

Ressaca do mar é o nome dado ao fenômeno que envolve ondas se sobressaindo entre ondas em movimentos extremamente fortes. Isso acontece quando o mar está muito agitado devido, sobretudo, às massas de ar frio.

Portanto, elas ocorrem durante as estações de inverno e primavera. E, em especial, o litoral brasileiro é um dos mais afetados por esse evento meteorológico.

Continua depois da publicidade

Obras são anunciadas para melhora da estrutura do Calçadão da orla da Barra da Tijuca

Relacionados

Barra da Tijuca vai virar município? Uma nova cidade pode…

Continua depois da publicidade

O Rio de Janeiro e, em especial, a orla da Barra da Tijuca é um dos locais mais afetados pela ressaca do mar. Afinal, há dois anos a região passa por dificuldades para lidar com esse evento climático. Por isso, a Secretaria de Infraestrutura. Junto à Secretaria de Conservação. Investiu cerca de R$ 10 milhões para realizar as obras.

Com isso, espera-se otimizar a resistência e a recuperação da área. Portanto, diversos materiais de construções já existente serão substituídos. Por exemplo, a madeira dos decks será substituída por paralelepípedos. Esses materiais são mais resistentes e exigem menor manutenção em relação à ação do mar.

A busca por soluções já existe há algum tempo

Conforme o prefeito do Rio de Janeiro, a licença para que essas obras fossem realizadas já estava sendo requerida há mais de um ano. Em defesa, Eduardo Paes afirmou que esse é um processo extremamente burocrático. Afinal, mexer nos cofres públicos exige prestação de contas e justificativas plausíveis.

O estado está passando por um Regime de Recuperação Fiscal. Dessa forma, apenas gastos essenciais podem ser feitos. Além, é claro, do aumento de impostos no Rio. Entretanto, agora que a licitação sendo aprovada, as obras têm previsão de início nos próximos 15 dias.